3-slideshow.jpg

Artigos

Síndrome do Respirador Oral

Existem três modos de respiração, a respiração oral (pela boca), a respiração nasal (pelo nariz) e a respiração mista (pela boca e pelo nariz).

O Síndrome do Respirador Oral é uma alteração a nível respiratório. Esta dificuldade deve-se ao impedimento da passagem do ar pelo nariz, devido a obstrução prolongada (p.e. alergias, hipertrofia dos adenóides) ou obstrução momentânea (p.e. gripe, constipações que levam a congestão nasal). Devido a estes condicionamentos, a criança começa a respirar pela boca e este hábito pode permanecer ao longo do tempo.

Consequências gerais:

Alterações visíveis: assimetrias faciais, problemas posturais;

Menos percetíveis: alterações do ...

De que forma a tecnologia influencia o desenvolvimento da linguagem?

Atualmente há cada vez mais crianças portuguesas a visualizar vídeos em português do brasil. Estas duas línguas apresentam algumas diferenças e a exposição ao português do brasil pode representar um perigo para o desenvolvimento da linguagem.

Apresentamos, de seguida, algumas dessas diferenças:

Fonética (forma como se pronunciam as palavras) – alguns exemplos:

-No português do brasil, o som /r/ no final da palavra é omitido, como é o caso de “fazê”, “comê”, “trabalhá”, “computadô”, que em português se pronuncia “fazer”, “comer”, “trabalhar”, “balde”;

-O som /l/ , quando aparece no fim da palavra, lê-se com o som de “u”, ou seja:  “anéu ...

O medo de cães é real mas tratável

Tanto crianças como adultos veem condicionadas as suas vidas devido ao medo excessivo a um objeto ou situação que não é realmente perigoso/a. A isto chamamos de fobia específica: uma perturbação psicológica que provoca medo e/ou ansiedade desproporcionais ao perigo real que determinada situação ou objeto fóbico representa. 

Nestes casos, o medo e a ansiedade são irracionais e têm um grande impacto na vida e no bem-estar da pessoa, pelo que o não tratamento da fobia tende a agravar esta condição com o passar do tempo e a limitar cada vez mais a pessoa (deixa de frequentar espaços ...

Porque é tão importante a estimulação sensorial na primeira infância?

      Antes de falarmos na importância dos estímulos sensoriais e o que estes proporcionam no desenvolvimento das crianças, vamos compreender como funcionam as funções cerebrais. O cérebro infantil está repleto de neurónios prontos para serem desenvolvidos com estímulos, mas existe uma fase crítica para assimilar determinadas informações, esta fase de desenvolvimento são os primeiros anos de vida da criança, devido a sua plasticidade neuronal (capacidade de o sistema nervoso reorganizar e modificar as suas funções, como reação à diversidade do meio envolvente).

      Grande parte da ativação neural acontece devido a estimulação feita através dos sentidos: a visão, a audição, o tato ...

O papel da criatividade no desenvolvimento da criança

Quando falamos em crianças pensamos sempre na sua espontaneidade, na capacidade que elas têm em inventar brincadeiras, na facilidade em criar novas amizades. Essa capacidade acontece porque as crianças nascem sem bloqueios e sem medos e com uma capacidade criativa na forma como se expressam, sendo originais e imaginativas. A criatividade tem uma ligação direta com a autoestima e a autonomia da criança e precisa de ser estimulada.